Resumão Always Geek: BGS 2015

Saudações Gamers!

Sim! Hoje é dia daquele resumão no capricho! Muita coisa rolou nesses dias de Brasil Game Show, e nós do Always Geek estivemos presentes na BGS em 3 de 5 dias de feira, e deu para ver tudo o que aconteceu na feira, as novidades que estão por vir e muito mais.

ag_img

Nos dias em que não fomos a feira, acompanhamos as coisas pela internet, vamos começar pelas plataformas:

Xbox One

Como alguns de vocês devem saber, Phil Spencer que é nada mais, nada menos que o chefe (#likeaboss) da divisão Xbox dentro da Microsoft, foi um dos principais convidados internacionais da BGS. Spencer veio ao Brasil, especialmente para a Brasil Game Show, e deixou aquele recado: “Controlaremos games com a mente no futuro”. Interessante essa fala não?! Phil também falou um pouco sobre o HoloLens, que é o projeto de realidade aumentada da Microsoft, e afirma também, que no futuro as pessoas irão interagir muito mais com os videogames do que atualmente. Além disso, Phil Spencer também afirmou que o Brasil está no top 5 no mercado de games, e que o país se mantém forte mesmo com a crise. “Halo 5: Guradians” e “Rise of the Tomb Raider”, ambos exclusivos, são os grandes lançamentos da Xbox One para este ano.

Xbox - Forza 6
Xbox – Forza 6

Rise of the Tomb Raider - Xbox One
Rise of the Tomb Raider – Xbox One

O estande da Xbox na BGS, estava sensacional, tinha um espaço com 4 consoles apenas para os games indies, a Microsoft fez questão de criar o ID@Xbox para os indies atuais e para os futuros #GamesIndies que estão por vir, e isso me impressionou bastante e me deixou bem animada com esse espaço que a Microsoft abriu para a galera indie. Jogamos o Shiny da Garage 227, tanto no estande deles na área Indie, quanto lá no estande da Xbox, o jogo é sensacional e bem interativo, simples, porém com gráficos bonitos e muito gostoso de se jogar! A Xbox estava distribuindo um kit com camiseta, bottons e adesivo, para quem jogasse no PC com Windows 10 e controle Xbox, e também teve distribuição de picolés. O estande estava bem animado, teve competição de “Killer Instinct”, mais consoles com os jogos como “Final Fantasy XV”, “Mortal Kombat X”, “Halo 5: Guradians”, “Gears of War”, simuladores com “Forza 6”, e ainda teve o sorteio da edição especial do “Xbox One Halo 5 – Edition”.

IMG_0970
Estande Xbox

Playstation

O estande da Playstation, também estava muito bom, em todos os dias de BGS, tivemos a presença do Ryo Mito, produtor do game “Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados”. Mito afirmou que sabe da popularidade do anime no Brasil, e devido a isso a Bandai Namco resolveu lança-lo aqui, com dublagem em português e com as vozes originais dos personagens. Vale lembrar que o game do CDZ já está disponível para vendas, somente para PS3 e PS4.

Bandai Namco - Estande Playstation
Bandai Namco – Estande Playstation

Em todos os dias da BGS, tivemos apresentações dentro de um mini auditório exclusivo, no qual teve um trailer estendido do que tinha sido exibido na E3, sobre “Uncharted 4: A Thief’s End”, e em seguida uma gameplay ao vivo de um dos produtores e um dos desenvolvedores de “Horizon: Zero Dawn”. Teve também a apresentação da Diretora de Áudio de “Assassin’s Creed: Syndicate”, que também foi exibido um trailer estendido do game. Ambos, responderam perguntas feitas pelo público que lhes assistiram, o que foi muito bacana e gratificante para quem conseguiu ver. Além disso, nos telões da Playstation, sempre estavam exibindo trailers de alguns jogos, como “Star Wars: Battlefront”, “Uncharted 4: A Thief’s End”, Apresentações do game dos CDZ e “Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4”. Já nas filas para jogar no PS4, tinha o beta do “Star Wars: Battlefront”, “Uncharted: The Nathan Drake Collection”, “Dark Souls III”, “Cavaleiros do Zodíaco: Alma dos Soldados”, “Street Figther V”, “Until Dawn” e “PES 2016”.

IMG_0948
Estande da Playstation

IMG_1222
Estande da Playstation

Virtual Reality

Outro destaque do evento foi a Realidade Virtual, os principais estandes que tinham a VR, eram os da NVIDIA com o Oculus GameWorks VR, onde podia jogar o “Eve Valkyrie”, e o estande da Samsung com o Samsung Gear VR, no qual tinha o jogo do Angry Birds, e um vídeo interativo feito por alguns surfistas profissionais como o Gabriel Medina, na qual você ficava sob uma plataforma de prancha de surf para assistir o vídeo.

Entre outros…

Os demais estandes também estavam bem interativos, teve jogos como “Guitar Hero Live”, “Rock Band 4”, simuladores de carro e avião, “Just Dance 2016” no estande da Ubisoft, entre outras coisas. As lojas de modo geral, estavam com preços bacanas, tinha a loja oficial da Sony, Playstation e Razer, da qual fizemos ótimas aquisições como camisetas e produtos oficiais do game “The Last Of Us”, o game “God of War 3 Remastered”, que estava 20 reais mais barato do que na internet; Razer Green Kraken Pro e Mouse DeathAdder, capinha Battlefield 4 para iPhone 5, todos compramos com preços mais baratos do que na internet também.

Produtos adquiridos na BGS 2015
Produtos adquiridos na BGS 2015

Algumas lojas, estavam vendendo produtos oficiais de colecionador. Realmente, esse ano tinha muito mais coisas comparado ao ano passado. A BGS em si sempre é ótima, nossa primeira vez no evento foi na edição de 2014, e logo, nós da equipe Always Geek decidimos que iriamos em mais dias na edição de 2015. E fomos, sem nenhum arrependimento! A meta agora é ir na edição de 2016 em todos os dias de BGS, para termos as oportunidades de participar dos dias de Imprensa, Business e BGS Premiere. Brasil Game Show é um evento perfeito para quem é fã de games e da cultura pop em geral, sem contar que o ingresso tem um preço bem acessível, não é à toa que a BGS sempre tem ingressos esgotados e todos os dias de evento lotados de gamers, nerds e geeks!

(fotos gerais: como cosplays, estandes, etc – no maximo 3 fotos)

IMG_0998 IMG_0965
IMG_1249

E você que ainda não conhece o evento, não deixe de ir nas próximas edições, pelo menos para conhecer e ver como é realmente bom, desde a estrutura e organização até as novidades do mundo dos games e tecnologia! Se pudéssemos resumir a Brasil Game Show em apenas uma palavra: É SENSACIONAL!!!

Curta-nos e Siga-nos:

The Last Of Us 2? – Rumores de que o game já está em produção

Saudações gamers! Parece que tem coisa nova (e boa) vindo por ai! A notícia veio de modo inesperado, e de uma fonte um tanto quanto suspeita!

Nolan North, ator que interpreta Nathan Drake, personagem principal do game Uncharted, participou da Metrocon, evento que acontece nos EUA, e lá deixou a informação de que The Last of Us 2 está sendo desenvolvido: “Por fim, última coisa. Eu sei que eles estão fazendo Last of Us 2, mas meu personagem em Last of Us meio que teve um fim brutal”, afirma Nolan, se referindo ao personagem David interpretado pelo próprio ator em TLoU.

Screen Shot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015.

É claro que isso se torna apenas um rumor, uma vez que a Naughty Dog não lançou nenhuma nota oficial referente a produção de The Last of Us 2, no entanto North está trabalhando junto com o estúdio em Uncharted, e isso se torna uma grande suspeita, pois é possível que o ator tenha informações internas da Naughty Dog.

Já Troy Baker, que faz a voz de Joel em TLoU, afirma não saber de nada em relação a uma continuidade do game: “Eu não sei de nada. Eu não sei se vamos fazer outro ou não.”, comentou. “Se fizermos, confio em Neil [diretor criativo da ND] e Bruce [diretor do jogo The Last of Us] e todos na Naughty Dog para contar a história que deve ser contada.”, afirma Baker.

Já sabemos que o foco da Naughty Dog no momento é a remasterização dos três games de Uncharted para PS4 e a produção de “Uncharted 4: A Thief’s End”, e que Neil Druckmann já tinha mencionado que a história de Joel e Ellie já havia acabado, mas não descartou uma possível continuação do game com outros personagens.

Screen Shot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015.

Podemos esperar de tudo da Naughty Dog, que é um estúdio que vem provando o seu valor desenvolvendo ótimos games, mas deixo aqui a minha opinião: The Last Of Us não deveria ter uma continuação, ele é perfeito por sí só, teve a sua história e magia, conquistou muito gamers ao redor do mundo, e conquistou muitos prêmios também. Joel e Ellie tiveram os seus momentos, trouxeram sua essência e deixaram a mensagem que quiseram deixar. The Last of Us é único e perfeito em apenas uma história. Com essa suspeita de uma possível sequência, vem também o medo de vir uma história que não seja tão boa quanto foi a de Joel e Ellie.

Deixem seus comentários geeks, e nos digam o que acharam da possibilidade de acontecer The Last Of Us 2!

Curta-nos e Siga-nos:

Curiosidades de The Last Of Us

Saudações Geek’s, cá estamos aqui mais uma vez! E hoje, com um conteúdo um pouco diferente da rotina das quartas-feiras do site. Hoje, o nosso post vai falar mais um vez sobre The Last Of Us, esse game maravilhoso que não para de receber elogios e prêmios! Mais do que merecido na opinião da equipe Always Geek, já falamos de #TLoU aqui, através de uma crítica. Dessa vez, fizemos uma pesquisa para trazer para vocês pequenos gafanhotos, um lista de algumas curiosidades sobre #TLoU, desde o enredo até a produção. Pois bem, vamos começar então:

 

Sem continuação The Last Of Us 2 e muito menos 3, até o momento:

Apesar da Sony ter registrado os nomes The Last Of Us 2 e 3 e inclusive para um filme do jogo, o que é muito comum empresas e estúdios de games fazer pelo fato que de que “podemos precisar no futuro”; a Naughty Dog não fez o game pensando em continuações, afim de focar uma, isso mesmo, apenas uma história em Joel e Ellie.

Screen Shot The Last Of Us - Remasterizado PS4 - Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015
Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

A única “continuação” por enquanto, relacionada à The Last Of Us, é a historia paralela de Left Behind, que pode ser adquirida por meio de DLC para PS3 e comprando o jogo para PS4, essa DLC já vem inclusa na mídia física. Há fontes também, de que a possibilidade de uma sequência de #TLoU, foi deixada de lado por causa de Uncharted 4: A Thief’s End.

left-behind
Imagem de divulgação “Left Behind”.

 

Enredo de muita pesquisa, ciência e natureza!

O fungo usado para inspiração do parasita mortal, que transforma o individuo em “zumbi”, foi o Cordyceps (cujo nome cientifico é: Ophiocordyceps unilateralis). Esse fungo é conhecido por soltar esporos que invadem e dominam o sistema nervoso de insetos, como formigas, deixando-as exatamente como “pequenos zumbis”.

inseto_zumbi
Até que são bem parecidos não é mesmo? À esquerda uma lagarta contaminada pelo Cordyceps e à direita um zumbi estalador do game.

Os produtores do game, tiveram a ideia de trazer esse fungo para o enredo após assistirem o documentário Planet Earth. Criando assim a possibilidade do fungo penetrar o sistema nervoso do ser humano, transformado-os em verdadeiros zumbis. Além disso para o enredo do jogo, foi feita uma pesquisa sobre centenas de epidemias e doenças, e como as pessoas ficam em quarentena, afim de criar o clima pós-apocalíptico presente no game.

 

Teve gente que não gostou muito da Ellie…

Para quem não sabe personagem Ellie, chegou a ser comparada com a atriz Ellen Page, mesmo após a personagem ter passado por vários processos de re-design. Na época do lançamento de #TLoU para PS3, a atriz já estava atuando em outro game, o Beyond: Two Souls. E ainda em uma sessão do “Ask Me Anything” no Reddit, Page comentou: “eu acho que eu deveria me sentir lisonjeada por eles terem pego a minha aparência, mas na verdade eu estou atuando em game chamado Beyond: Two Souls, então isso não é legal”.

ellie
Realmente, são muito parecidas! À esquerda Ellie de The Last Of Us, à direita a atriz Ellen Page.

 

 

O Soundtrack perfeito!

A trilha sonora do enredo de The Last Of Us, foi escrita de maneira junta com o jogo. Todo o soundtrack foi recebido logo no começo da produção do game, e assim ficou mais fácil de encaixar as músicas com o tema do momento e as situações. A pessoa responsável por essa trilha sonora tão intensa, foi Gustavo Santaolalla, um músico argentino que já ganhou dois Oscars de Best Original Score, em dois anos consecutivos, por Brokeback Mountain em 2005 e Babel em 2006.

The Last Of Us, é emocionante e não adianta conter as lágrimas!

Os game-testers de #TLoU se emocionaram muito ao finalizar o jogo. O enredo intenso, a relação de pai e filha entre Ellie e Joel, e toda a conectividade da música com as cenas finais do game, fizeram a equipe da Naughty Dog cair em lágrimas. Nós da equipe Always Geek, também nos emocionamos muito ao finalizar o jogo e ao ver como a história de The Last Of Us acabou, foi impossível conter o nó na garganta e vontade de chorar, tanto por finalizar o jogo como pela história em sí, e apostamos que quem jogou, sentiu o mesmo!

Comentem abaixo, sua experiência ao jogar The Last Of Us:

 

 

Curta-nos e Siga-nos:

Crítica #001| The Last Of Us: Intenso e Instigante, com jogabilidade incrível

Sabemos que é não é um jogo novo, ou atual 2014/2015, mas é com The Last Of Us que iremos começar essa jornada no Always Geek!

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

Muito tem-se falado de The Last Of Us, um jogo lançado em 2013, que está fazendo barulho até hoje, devido a um enredo intenso, onde os personagens Joel e Ellie possuem uma história de vida sofrida. Esse é um jogo, em que você entra na vida e nos sentimentos dos personagens, literalmente. A sensação de medo, aquele friozinho na barriga quando se depara com um zumbi corredor ou um estalador. Essa é a nossa review de The Last Of Us.

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

Remasterizado que vale a pena!

Sabe-se que o The Last Of Us, foi produzido pela Naugthy Dog, exclusivamente para ser um jogo para Play Station 3, porém hoje jogando pelo PS4 na versão remasterizada, fazendo uma análise rápida, dá para entender por que tem-se investido tanto em jogos com gráficos mais refinados. As sombras, os efeitos e a luz, tudo é incrível e beirando a perfeição para um jogo.

Gameplay que exige muita atenção!

The Last Of Us um jogo que exige paciência, devido a história longa, além disso há muitas pistas para a jogabilidade. Ao jogar, tem-se a sensação de que nunca termina, ocorrem muitas situações que te fazem ter vontade de estar dentro do jogo, para de fato ajudar Joel e Ellie. O game inteiro é feito de surpresas e armadilhas, exige muita atenção de quem está jogando: um vacilo e já era! A jogabilidade é um tanto difícil: já no modo “normal”, trás muitos desafios, mas não deixa de agradar e torna a experiência gamer, bem realista.

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 10/01/2015

Tudo no jogo conta para ajudar os personagens a sobreviver e o gamer “não morrer” e ter que repetir algumas ações novamente. O jogo é cheio de cenários que precisam ser muito bem explorados, pois sempre há coisas para encontrar, o que é muito útil para dar continuidade no jogo, como por exemplo ferramentas, armas e munição, bombas, kit de medicamentos e até cartas e bilhetes para ajudar a entender a história e tentar desvendar qual será o próximo e melhor passo a ser dado.

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

Grande Jogo, bela história!

Como já havia dito, o enredo é intenso, e também muito envolvente! Quem joga com o coração, se sente na pele de Ellie e Joel, o que é muito arrepiante. Tudo no jogo pode envolver o jogador, desde a trilha sonora até o roteiro em sí. Tudo isso não é só emocionante, mas também é muito maduro, pois a dinâmica e a relação dos personagens Joel e Ellie é envolvente, e arrisco a dizer que é uma das melhores histórias mais bem contadas na história dos vídeo-games até hoje.

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

A relação de Joel e Ellie é perfeitamente construída, e é isso que te trás para dentro do jogo. Toda a história é contada por estações do ano (primavera e verão, outono e inverno), enquanto os personagens cruzam os Estados Unidos para cumprir o objetivo inicial do jogo (não falaremos para não dar spoilers).

Screenshot The Last Of Us – Remasterizado PS4 – Tirado por @nicholasgeek em 01/03/2015

 

Por que você deve jogar The Last Of Us?

Sabe aquele livro, no qual você fica dias e dias pensando e refletindo ao encerrar a leitura e com uma certa tristeza de “eu não queria que acabasse”? Então… assim é The Last Of Us Não há um dia em que eu não fique pensando nesse jogo! Nos possíveis passos que poderiam ter sido dados, num possível final alternativo para Joel e Ellie, não que o final deixe a desejar, pois foi um final incrível pela maneira que o jogo se desenrolou; mas sim o que poderia ou não ter acontecido (nesse momento uso a minha imaginação!). Não tenho palavras para descrever o quão incrível é The Last Of Us, desde toda a história e enredo em si, até a parte técnica como gráficos e jogabilidade (se fosse um filme eu teria aplaudido de pé dentro do cinema). Não é a toa que The Last Of Us levou mais de 200 prêmios em diversas categorias entre 2013 e 2014. The Last Of Us é um jogo capaz de mexer com o psicológico de qualquer gamer. Simplesmente jogue e sinta todo o sentimento à flor da pele!

 

NOTAS
Notas do ponto de vista gamer Always Geek

Curta-nos e Siga-nos: